O que é Frenulum Linguae Curto?

O frenulum linguae curto, também conhecido como língua presa, é uma condição em que o freio lingual, uma pequena faixa de tecido que conecta a parte inferior da língua ao assoalho da boca, é mais curto ou mais espesso do que o normal. Essa condição pode afetar a capacidade de movimentação da língua, causando dificuldades na fala, na alimentação e em outras atividades orais.

Causas do Frenulum Linguae Curto

O frenulum linguae curto pode ter diversas causas, sendo algumas delas congênitas e outras adquiridas. Entre as causas congênitas, estão a hereditariedade, ou seja, a condição pode ser passada de pais para filhos, e anomalias no desenvolvimento fetal. Já as causas adquiridas podem incluir traumas na região da língua, infecções ou inflamações.

Sintomas do Frenulum Linguae Curto

Os sintomas do frenulum linguae curto podem variar de pessoa para pessoa, mas os mais comuns incluem dificuldade em movimentar a língua para fora da boca, dificuldade em tocar o céu da boca com a língua, dificuldade em levantar a língua para tocar os dentes superiores, dificuldade em pronunciar certos sons, como “r” e “l”, e dificuldade em realizar movimentos específicos da língua, como enrolar a língua ou movê-la lateralmente.

Diagnóstico do Frenulum Linguae Curto

O diagnóstico do frenulum linguae curto é realizado por um profissional de saúde, como um dentista ou fonoaudiólogo. O profissional irá avaliar a aparência e a funcionalidade do freio lingual, além de observar os sintomas relatados pelo paciente. Em alguns casos, exames complementares, como radiografias, podem ser solicitados para auxiliar no diagnóstico.

Tratamento do Frenulum Linguae Curto

O tratamento do frenulum linguae curto pode variar de acordo com a gravidade dos sintomas e a idade do paciente. Em casos leves, pode não ser necessário nenhum tratamento, uma vez que a língua pode se adaptar e compensar a limitação do freio lingual. No entanto, em casos mais graves, o tratamento pode envolver a realização de um procedimento cirúrgico chamado frenectomia, que consiste na remoção ou liberação do freio lingual.

Complicações do Frenulum Linguae Curto

Se não tratado, o frenulum linguae curto pode levar a complicações, especialmente na fala e na alimentação. A dificuldade em movimentar a língua adequadamente pode afetar a articulação dos sons da fala, causando problemas na pronúncia e na comunicação. Além disso, a limitação da língua pode dificultar a mastigação e a deglutição dos alimentos, podendo levar a problemas de nutrição e crescimento inadequado em crianças.

Prevenção do Frenulum Linguae Curto

Não existem medidas específicas de prevenção para o frenulum linguae curto, uma vez que a condição pode ser congênita ou adquirida. No entanto, é importante que os pais estejam atentos aos sinais de dificuldades na fala e na alimentação em seus filhos e busquem avaliação e tratamento adequados caso necessário.

Considerações Finais

O frenulum linguae curto é uma condição que pode afetar a qualidade de vida de uma pessoa, especialmente no que diz respeito à fala e à alimentação. É importante que a condição seja diagnosticada e tratada precocemente, a fim de evitar complicações e promover uma melhor funcionalidade da língua. Caso você suspeite que você ou seu filho possam ter frenulum linguae curto, é recomendado buscar a avaliação de um profissional de saúde qualificado.

Rolar para cima