O que é Kegel?

O Kegel é um exercício que fortalece os músculos do assoalho pélvico, que são responsáveis por sustentar os órgãos pélvicos, como a bexiga, o útero e o reto. Esses músculos são fundamentais para o controle da urina, das fezes e da função sexual. O exercício foi desenvolvido pelo médico Arnold Kegel na década de 1940 e desde então tem sido amplamente recomendado para homens e mulheres.

Benefícios do exercício Kegel

O exercício Kegel traz uma série de benefícios para a saúde e qualidade de vida. Ao fortalecer os músculos do assoalho pélvico, ele ajuda a prevenir e tratar problemas como incontinência urinária, incontinência fecal, prolapso de órgãos pélvicos e disfunções sexuais. Além disso, o Kegel também pode melhorar a sensação durante o sexo, aumentar a libido e proporcionar orgasmos mais intensos.

Como fazer o exercício Kegel

Para fazer o exercício Kegel, é necessário identificar os músculos do assoalho pélvico. Uma forma de fazer isso é interromper o fluxo de urina durante a micção. Os músculos que você utiliza para realizar essa interrupção são os músculos do assoalho pélvico. Após identificar esses músculos, você pode realizar o exercício em qualquer posição, seja sentado, deitado ou em pé.

Passo a passo do exercício Kegel

1. Comece contraindo os músculos do assoalho pélvico por cerca de 5 segundos;

2. Em seguida, relaxe os músculos por 5 segundos;

3. Repita o processo de contração e relaxamento por 10 vezes;

4. Faça o exercício pelo menos três vezes ao dia;

5. Aumente gradualmente a duração da contração, buscando chegar a 10 segundos;

6. Mantenha uma respiração normal durante o exercício, evitando prender a respiração;

7. Evite contrair outros músculos, como os abdominais ou glúteos, durante o exercício;

8. Lembre-se de que a prática regular é fundamental para obter resultados.

Quem pode fazer o exercício Kegel?

O exercício Kegel pode ser realizado por homens e mulheres de todas as idades. Ele é especialmente recomendado para mulheres que estão grávidas, que já tiveram filhos, que estão na menopausa ou que sofrem de incontinência urinária. No caso dos homens, o Kegel pode ser útil para tratar a incontinência urinária após cirurgias de próstata ou para melhorar a função sexual.

Outras dicas para fortalecer o assoalho pélvico

Além do exercício Kegel, existem outras medidas que podem ajudar a fortalecer os músculos do assoalho pélvico:

– Mantenha uma boa postura, evitando ficar muito tempo sentado ou em pé;

– Evite levantar objetos pesados de forma inadequada;

– Mantenha o peso corporal adequado, pois o excesso de peso pode sobrecarregar os músculos do assoalho pélvico;

– Evite o consumo excessivo de álcool e cafeína, pois eles podem irritar a bexiga;

– Tenha uma alimentação equilibrada, rica em fibras, para evitar problemas de constipação;

– Evite fumar, pois o tabagismo pode prejudicar a circulação sanguínea e a saúde dos músculos.

Conclusão

O exercício Kegel é uma prática simples e eficaz para fortalecer os músculos do assoalho pélvico. Ele traz uma série de benefícios para a saúde e qualidade de vida, ajudando a prevenir e tratar problemas como incontinência urinária, incontinência fecal e disfunções sexuais. Além disso, o Kegel também pode melhorar a sensação durante o sexo e proporcionar orgasmos mais intensos. Portanto, incluir o exercício Kegel na rotina diária pode ser uma excelente escolha para cuidar da saúde pélvica.

Rolar para cima