O que é Novas Sensações Eróticas?

Novas Sensações Eróticas é um termo que se refere a experiências e sensações intensas e prazerosas relacionadas à sexualidade. Essas sensações podem ser experimentadas através de diferentes práticas e técnicas, que visam estimular os sentidos e proporcionar novas formas de prazer. Neste glossário, exploraremos algumas das principais práticas e conceitos relacionados a esse tema, aprofundando-nos em cada um deles.

1. BDSM

O BDSM é uma sigla que representa as práticas de Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo. Essa é uma das vertentes mais conhecidas das novas sensações eróticas, envolvendo a exploração de papéis, jogos de poder, restrições físicas, entre outros elementos. O BDSM pode ser praticado de forma consensual e segura, com regras estabelecidas entre os parceiros.

2. Shibari

O Shibari é uma técnica japonesa de amarração, que consiste em utilizar cordas para criar diferentes padrões e formas no corpo do parceiro. Além de ser visualmente atraente, o Shibari também pode proporcionar sensações de prazer e entrega, uma vez que as cordas são utilizadas para estimular pontos sensíveis do corpo. É importante ressaltar que a prática do Shibari requer conhecimento e cuidado para evitar lesões.

3. Spanking

O Spanking é uma prática que envolve a aplicação de palmadas ou chicotadas leves nas nádegas ou em outras partes do corpo, com o objetivo de causar prazer e excitação. Essa técnica pode ser utilizada tanto para a estimulação física quanto para a exploração de fantasias de dominação e submissão. É fundamental que o Spanking seja realizado com consentimento e de forma segura, evitando causar dor excessiva ou lesões.

4. Role play

O Role play é uma prática que consiste em interpretar papéis durante o ato sexual, criando cenários e personagens fictícios. Essa técnica permite explorar fantasias e desejos, estimulando a imaginação e a criatividade dos parceiros. O Role play pode envolver desde situações mais simples, como um encontro casual, até cenários mais complexos, como uma relação entre professor e aluno.

5. Massagem erótica

A massagem erótica é uma prática que combina técnicas de massagem tradicional com estímulos sensuais e sexuais. Essa técnica visa relaxar o corpo e estimular zonas erógenas, proporcionando prazer e excitação. A massagem erótica pode ser realizada com óleos ou cremes especiais, e pode incluir toques suaves, carícias e até mesmo a utilização de acessórios, como plumas.

6. Jogos de dominação e submissão

Os jogos de dominação e submissão são práticas que envolvem a exploração de papéis de poder, onde um parceiro assume o papel dominante e o outro o papel submisso. Esses jogos podem incluir desde comandos simples até a utilização de acessórios, como algemas e vendas. É fundamental que os jogos de dominação e submissão sejam baseados em consentimento e respeito mútuo.

7. Tantra

O Tantra é uma filosofia e prática milenar originária da Índia, que busca a expansão da consciência e a conexão entre corpo, mente e espírito. No contexto das novas sensações eróticas, o Tantra é utilizado para intensificar o prazer sexual, através de técnicas de respiração, meditação e toques sensuais. O Tantra valoriza a conexão emocional e a intimidade entre os parceiros.

8. Voyeurismo

O voyeurismo é uma prática que envolve a excitação sexual ao observar outras pessoas em momentos íntimos. Essa prática pode ser realizada de forma consensual, como por exemplo, assistir a um filme erótico com o parceiro, ou de forma mais discreta, como observar casais em locais públicos. É importante respeitar a privacidade e o consentimento das pessoas envolvidas.

9. Podolatria

A podolatria é uma prática que envolve a excitação sexual através dos pés. Pessoas com esse fetiche podem sentir prazer ao tocar, beijar, lamber ou massagear os pés do parceiro. A podolatria pode ser explorada de diferentes formas, desde a utilização de calçados sensuais até a prática do footjob, que consiste em estimular o pênis com os pés.

10. Orgasmo controlado

O orgasmo controlado é uma prática que envolve o controle e a intensificação do orgasmo através de técnicas específicas. Essas técnicas podem incluir a estimulação e a interrupção do prazer em momentos estratégicos, prolongando a sensação de prazer e intensificando o orgasmo quando finalmente ocorre. O orgasmo controlado pode ser explorado tanto por homens quanto por mulheres.

11. Fetiches

Os fetiches são fantasias sexuais que envolvem objetos, partes do corpo ou situações específicas. Cada pessoa pode ter seus próprios fetiches, que podem variar desde a atração por roupas de látex até a excitação ao utilizar brinquedos sexuais. Os fetiches podem ser explorados de forma consensual e segura, desde que não causem desconforto ou prejudiquem a integridade física ou emocional dos envolvidos.

12. Jogos de temperatura

Os jogos de temperatura são práticas que envolvem a variação de sensações térmicas durante o ato sexual. Isso pode ser feito através do uso de gelo, velas ou outros objetos que proporcionem calor ou frio. Os jogos de temperatura podem intensificar as sensações de prazer e excitação, estimulando diferentes receptores sensoriais do corpo.

13. Dirty talk

O dirty talk é uma prática que envolve o uso de palavras e expressões de teor sexual durante o ato sexual. Essa técnica pode ser utilizada para estimular a excitação e a imaginação dos parceiros, criando um clima de intimidade e desejo. O dirty talk pode incluir desde elogios e palavras de carinho até expressões mais explícitas e vulgares, de acordo com os limites e desejos de cada casal.

Rolar para cima