O que é Submisso Sub?

O termo “submisso sub” é comumente utilizado no contexto do BDSM (Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo) para descrever uma pessoa que se identifica como submisso e que está em busca de um relacionamento ou experiência de submissão. Nesse contexto, o submisso sub é aquele que deseja se submeter a um dominador ou dominadora, seguindo suas ordens e desejos.

Origem do termo “submisso sub”

O termo “submisso sub” tem sua origem na comunidade BDSM e é uma forma de identificação utilizada por pessoas que desejam expressar sua preferência por serem submissas em um relacionamento ou cena BDSM. A palavra “submisso” vem do inglês “submissive”, que significa submisso, e o termo “sub” é uma abreviação de “submissive”. Portanto, “submisso sub” é uma forma de se referir a alguém que se identifica como submisso.

Características de um submisso sub

Um submisso sub possui algumas características que o diferenciam de outras pessoas que praticam BDSM. Essas características incluem:

– Desejo de se submeter: O submisso sub tem um forte desejo de se submeter a um dominador ou dominadora, buscando a satisfação em seguir ordens e ser controlado(a).

– Aceitação de limites: O submisso sub entende a importância de estabelecer limites claros e respeitar os limites do dominador ou dominadora. Essa aceitação é fundamental para garantir a segurança e o bem-estar de ambas as partes.

– Devoção: O submisso sub é devoto ao dominador ou dominadora, demonstrando lealdade e comprometimento em satisfazer seus desejos e necessidades.

– Submissão consensual: A relação entre o submisso sub e o dominador ou dominadora é baseada em consentimento mútuo. Ambas as partes concordam em participar do relacionamento ou cena BDSM e estabelecem regras e acordos claros.

Relação entre submisso sub e dominador(a)

A relação entre um submisso sub e um dominador(a) é baseada em poder e submissão consensual. O dominador(a) assume o papel de autoridade e controle, enquanto o submisso sub se submete às ordens e desejos do dominador(a).

Essa relação pode variar em intensidade e dinâmica, dependendo das preferências e acordos estabelecidos entre as partes. Alguns submissos subs preferem uma relação mais intensa e restritiva, enquanto outros preferem uma relação mais suave e menos restritiva.

Práticas comuns entre submissos subs

Os submissos subs podem participar de diversas práticas dentro do contexto BDSM, de acordo com suas preferências e limites estabelecidos. Algumas práticas comuns entre submissos subs incluem:

– Bondage: O submisso sub pode ser amarrado ou imobilizado pelo dominador(a) como forma de demonstrar submissão e entrega.

– Disciplina: O submisso sub pode ser disciplinado pelo dominador(a) através de punições físicas ou psicológicas, como spanking (palmadas) ou restrições.

– Humilhação: O submisso sub pode consentir em ser humilhado pelo dominador(a), seja através de palavras, ações ou situações constrangedoras.

– Servidão: O submisso sub pode assumir o papel de servo(a) do dominador(a), realizando tarefas e serviços para satisfazer suas necessidades.

Importância do consentimento e segurança

No BDSM, o consentimento é fundamental em todas as práticas e relações. Tanto o submisso sub quanto o dominador(a) devem concordar e estabelecer limites claros antes de iniciar qualquer atividade.

A segurança também é uma preocupação importante. É essencial que ambas as partes estejam cientes dos riscos envolvidos em certas práticas e tomem as medidas necessárias para garantir a segurança física e emocional de todos os envolvidos.

Comunidade BDSM e o submisso sub

O submisso sub faz parte de uma comunidade BDSM diversa e inclusiva, onde pessoas com interesses semelhantes podem se conectar, compartilhar experiências e aprender uns com os outros.

Existem eventos, encontros e grupos online dedicados ao BDSM, onde o submisso sub pode encontrar apoio, orientação e oportunidades para explorar sua sexualidade e identidade.

Conclusão

O termo “submisso sub” é utilizado no contexto do BDSM para descrever uma pessoa que se identifica como submissa e busca um relacionamento ou experiência de submissão. Um submisso sub possui características específicas, como o desejo de se submeter, a aceitação de limites, a devoção e a submissão consensual. A relação entre um submisso sub e um dominador(a) é baseada em poder e submissão consensual, com práticas comuns como bondage, disciplina, humilhação e servidão. O consentimento e a segurança são fundamentais nesse contexto, e o submisso sub faz parte de uma comunidade BDSM onde pode encontrar apoio e conexão com pessoas com interesses semelhantes.

Rolar para cima